Dicas

Uma casa muito verde

Uma casa muito verde


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Muito mais amplo, mais brilhante e melhor distribuído. Isso é Casa maiorquina após o projeto do arquiteto Rafael Vidal, do estúdio Taroms Arquitectes. Sua proprietária, Natalie Phillips, cuidou da decoração, em seu estúdio NP Interiors na Inglaterra, em colaboração com a designer de tapetes Amy Kent. Os objetivos da reforma eram múltiplos, mas, entre eles, destaca-se a expansão considerável da habitação. Basta olhar para os planos, para entender qual área foi conquistada e como foi feita.

Publicidade - Continue lendo sob a varanda com piso de madeira

Uma grande pérgola foi projetada na varanda, em um novo piso e com piso de madeira de ipê, que protege a sala de jantar diretamente do sol. A partir daí começa um caminho de pedra, que leva à piscina.

Parquet

Jantar ao ar livre É ao ar livre, mas é aconchegante, protegido por uma pérgola e pela combinação de materiais naturais: pedra maiorquina nas paredes e um parquete quente ao ar livre. Projeto, do estúdio Taroms Arquitectes.

Cadeiras verdes vintage

Uma grande porta envidraçada proporciona luminosidade extra à cozinha, ventilação e acesso direto e amplo à varanda. Sua abertura é deslizante, recuada entre duas partições, para não subtrair a superfície por dentro ou por fora. Cadeiras verdes vintage, recuperadas pela Bconnected. Banqueta de madeira e copos de cerâmica em cima da mesa lateral, HK Living; foram comprados no Organic Studio. Em primeiro plano, um castiçal e placas de cerâmica, provenientes desta última loja.

Sofás paralelos

Imagem da sala de estar da cozinha. Sem partições entre os dois, o espaço ganha amplitude visual e real. A distribuição dos móveis na sala de estar, com sofás em paralelo, respeita a circulação e o passo em direção à varanda.

Janela panorâmica

Ao lado dessas linhas, uma área de trabalho criada em frente a uma janela panorâmica para aproveitar ao máximo a luz natural.

Castiçal metálico

O contraste de cores é fundamental na decoração da sala de estar, onde um elegante par de cadeiras de ar vintage, estofadas, flanqueia uma mesa, com uma perna multicolorida original. As almofadas, da Maison de Vacances, e a pintura do pintor Mercedes Felgueres, foram compradas no Organic Studio. Mesa auxiliar Aleatório, da & Tradition. Castiçal metálico, da Bconnected. Tapete modelo estrelas por Amy Kent.

Castiçais e abacaxis

Sim para metais! Poucos detalhes metálicos, mas bem escolhidos, são mais uma elegância. Evite a saturação e junte-se a essa tendência no design de interiores, que adiciona sofisticação aos ambientes. Castiçal, da Bconnected.

Cozinha com ilha multifunções

A área do dia foi projetada com uma planta diáfana, para que a luz natural da sala chegasse à cozinha, equipada com uma grande ilha multifuncional, decorada por Natalie Phillips, em colaboração com Amy Kent.

Mesa alta

Simetria É um recurso que o
decoradores Porque A distribuição simétrica de móveis e elementos iguais transmite um senso de ordem e harmonia. Aqui, foi construído em torno de uma mesa alta com três casais: poltronas, estantes e luminárias. Tapete de Amy Kent.

Centros elegantes

Peças únicas Ao lado de cada sofá, em duas mesas laterais, foram colocados centros elegantes, com uma vocação escultural. Os detalhes aumentam o nível decorativo nas salas de estar e de jantar.

Cadeiras vintage

Ar rústico para a sala de jantar, decorado com uma mesa de madeira e mesinha de cadeiras. Notavelmente, o papel da cadeira amarela, entre os outros negros.

Cadeiras: vintage, em couro preto e amarelo, da Bconnected; em rattan, da HK Living, no Organic Studio. As peças brancas fazem parte de uma antiga coleção de cerâmica do proprietário.

Móveis de carvalho

Com as paredes de pedra, o teto e o pavimento de microcimento, é alcançada uma homogeneidade cromática nos ambientes que cria uma sensação de maior amplitude. Madeira e pedra enriquecem a decoração com suas texturas, enquanto a bancada e o piso contínuo espalham luz natural. Cozinha fabricada pela Caire, com móveis em carvalho branqueado e bancada, Silestone.

Cadeira vintage recuperada

O retro é atual. Muitos móveis de décadas atrás estão em perfeitas condições e outros apresentam apenas sinais de desgaste ao longo do tempo, o que os embeleza ainda mais. Cadeira recuperada, da Bconnected.

Tapete de colméia

Com a combinação de tecidos, foi criada uma atmosfera acolhedora e envolvente no quarto, onde os desenhos em dois tons da cabeceira da cama e das cortinas, além do carpete, acrescentam motivos que evocam uma colméia. Organic Studio Roupa de cama e almofadas, de Bconnected. Tapete de Amy Kent.

Mesa de apoio com design original

Peças singulares Uma mesa auxiliar, de design original, desperta o interesse máximo no quarto. Mobiliário especial capta a atenção e desperdiça estilo. Roupa de cama e almofadas, de Bconnected.

Carpintaria de alumínio

O branco é o protagonista deste banheiro, com uma frente de lavatório muito limpa, projetada para integrar a janela. A imagem do exterior, tão refrescante, é emoldurada com carpintaria de alumínio escuro. Em frente a ela, uma ampla superfície de bancada, prática para arrumar os artigos de toalete e o banheiro. Lavatórios, de Duravit. Candeeiro de mesa, por Bconnected. Toalhas de linho, da Teixidors, no Organic Studio. Janela, da empresa Technal.

Banqueta de madeira

Frente da pia e banheira formam um L no banheiro, para otimizar o espaço. Chave neste ambiente, a sensação de quietude e bem-estar que transmite a decoração minimalista e limpa, cheia de nuances. Torneiras, da Axor. Bancada, da Silestone. Banqueta de madeira, da HK Living, comprada na Bconnected. Radiador de toalha, da Baxi.

Planta do piso térreo

As extensões mantêm, é claro, o esquema estrutural da habitação. As áreas comuns são organizadas em três baías - um termo arquitetônico que descreve espaços alongados paralelos à topografia -, aos quais um quarto é adicionado como uma varanda com pérgola. Aos quartos existentes, organizados em outra baía perpendicular à topografia, foi adicionado um segundo, que abriga novos quartos. Quanto à distribuição interna, todas as partições foram eliminadas na zona diurna. Assim, sala de estar, sala de jantar e cozinha com ilha compõem um quarto individual, bem conectado com o restante dos cômodos da casa. É um espaço múltiplo que mantém a conexão visual entre os ambientes, embora cada área seja bem definida pelos pilares, pela diferença de altura e pela distribuição dos móveis. O estilo do projeto é o contraste das texturas entre os ambientes. paredes de pedra e o piso contínuo, que propaga a luz.

Planta do primeiro andar

IDEIAS-CHAVE DA REFORMA:

- ambientes comunicados: Elimine partições e crie uma área de um dia no térreo, composta por sala de estar, cozinha e sala de jantar, expanda a percepção espacial e permita que a luz natural flua.

- Espaços bem definidos: os pilares estruturais e a diferença de nível na sala marcam a transição entre a sala de estar e a sala de jantar da cozinha. Além disso, a própria distribuição de móveis define cada ambiente.

- Revestimentos: as paredes de pedra, o piso de microcimento e as abóbadas do telhado proporcionam um fundo harmonioso, com diferentes nuances, o que dá continuidade visual aos ambientes.


Vídeo: Como transformei minha casa num PARAÍSO VERDE #2 (Pode 2022).